Expectativa.

sábado, junho 03, 2017




Não sei como começar isso. Mas vamos direto ao assunto.


Fazia uns dez meses que eu sequer pensava em fazer algo do tipo. Mas é claro, aparece alguém, acontece algo e tua perspectiva sobre tudo e todos mudam. Não sei ao certo se isto é ruim ou não. 

Mas ali começou, de forma inesperada, um breakdown. Veja: qualquer um que passe pela minha vida teve algum efeito, seja bom ou ruim. Mas quando ele passou, foi como um furacão. Aquilo me desestabilizou de um modo... não sei ao certo se algo externo a nós contribuiu, mas... é.

Nunca fui muito de rezar, rezava apenas agradecendo, nunca pedindo nada. Naquelas três semanas, batia meia noite e eu estava lá, quieta, pedindo. Pedi em três semanas tudo que não pedi em 17 anos.  Hoje, dou graças a Deus por não ter ouvido – embora eu acredito que Ele tenha ajudado, mas por minha estupidez eu acabei por jogar tudo fora.

Apesar de ter sido horrível, isto me ajudou a ter mais cautela. Pensar antes de falar, de agir. Coisas ruins, que te deixam num estado deplorável, são boas. É aquela coisa, ou tu aprendes por bem ou tu aprendes por mal.

Mas o que veio depois foi pior. Não há nada pior do que não sentir nada; parecia que estava numa espécie de limbo. Nada fazia diferença, nada importava. Mas passou, embora não completamente.

Só espero que agora, por mais que seja uma situação diferente, eu não crie demasiadas expectativas. Essas, quando muito altas e não sendo satisfeitas, acabam com o sujeito. Eu digo espero porque não consigo controlar isso, mas pelo menos eu sei que se der errado, a culpa é minha.

Não sei onde vou parar com isso, mas tudo bem; escrevi o que eu queria.

You Might Also Like

0 comentários